Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

Cariocas, de Carlos Drummond de Andrade

Como vai ser este verão, querida, com a praia, aumentada/ diminuída?
A draga, esse dragão, estranho creme de areia e lama oferta ao velho Leme.
Fogem banhistas para o Posto Seis, O Posto Vinte... Invade-se Ipanema hippie e festiva, chega-se ao Leblon e já nem rimo, pois nessa sinuca superlota-se a Barra da Tijuca até que alguém se lembre de duplicar a Barra, pesadíssima).
Ah, o tamanho natural das coisas estava errado! O mar era excessivo, a terra pouca. Pobre do ser vivo, que aumenta o chão pisável, sem que aumente a própria dimensão interior.
Somos hoje mais vastos? mais humanos?
Que draga nos vai dar a areia pura, fundamento de nova criatura?
Carlos, deixa de vãs filosofias, olha aí, olha o broto, olha as esguias pernas, o busto altivo, olha a serena arquitetura feminina em cena pelas ruas do Rio de Janeiro que não é rio, é um oceano inteiro de (a) mo (r) cidade.
Repara como tudo está pra frente, a começar na blusa transparente e a terminar... a frente é interminável.
A transparência vai a…

Meditação - Prepare-se e espere

Leia Mateus 6.25-34Não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal. Mateus 6.34 Sempre que conversávamos sobre a preocupação, minha avó, Stallard, uma mulher de grande fé, dizia: "As piores coisas em minha vida nunca aconteceram". Em nossa passagem de hoje, Jesus fala claramente sobre a preocupação. Ele diz a Seus seguidores para confiarem que Deus atenderá às suas necessidades. Jesus dá exemplos de muitas criaturas de quem Deus tem cuidado - os pássaros do ar e as ervas dos campos - e promete que nosso Deus amoroso não fará menos por nós. Quando tento aplicar essa passagem a minha própria vida, meu maior desafio é saber quando agir e quando esperar pela ação de Deus. Um amigo me ajudou a compreender como equilibrar a necessidade de ação pessoal e a fé em Deus ao descrever a acácia [Leguminosae-mimosoideae Acacia galpinii] que cresce nas planícies áridas da África central. Para enfrentar as secas do verão, outono e…

A bunda, que engraçada

Este é mais um texto de Carlos Drummond de Andrade.A bunda, que engraçada.
Está sempre sorrindo, nunca é trágica
Não lhe importa o que vai
pela frente do corpo. A bunda basta-se.
Existe algo mais? Talvez os seios.
Ora - murmura a bunda - esses garotos
ainda lhes falta muito que estudar.
A bunda são duas luas gêmeas
em rotundo meneio. Anda por si
na cadência mimosa, no milagre
de ser duas em uma, plenamente.
A bunda se diverte
por conta própria. E ama.
Na cama agita-se. Montanhas
avolumam-se, descem. Ondas batendo
numa praia infinita.
Lá vai sorrindo a bunda. Vai feliz
na carícia de ser e balançar.
Esferas harmoniosas sobre o caos.
A bunda é a bunda,
redunda

Meditação - Não será em vão

Leia 1 Coríntios 15.50-58Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto. João 12.24 Ultimamente, tenho estado desanimado. O ministério aos casados que minha esposa e eu vimos conduzindo há 15 anos está chegando ao fim, apesar de nossos maiores esforços e de acreditarmos que ele seja necessário hoje, mais que nunca. O coral infantil no qual temos trabalhado também parece estar terminando. Essas frustrações levam à incerteza e à insegurança. Enfrentamos uma luta constante para não nos tornarmos amargos com as pessoas e com Deus. Estamos fazendo nossa parte; por que Deus não está fazendo mais para nos ajudar? Apesar do nosso esforço, o ressentimento aparece. As Escrituras nos oferecem esperança em meio ao desânimo. Aprendi que alguns fracassos acontecem porque pedimos a Deus para abençoar o que estamos fazendo em vez de nos oferecermos para ser usados naquilo que Ele está fazendo. Talvez Deus esteja nos di…

Meditação - Graça espantosa

Leia Mateus 20.1-16Mas o proprietário, respondendo, disse a um deles: Amigo, não te faço injustiça. [...] Porventura, não me é lícito fazer o que quero do que é meu? Mateus 20.13-14Minha vizinha achou confusa a parábola dos trabalhadores na vinha, pois ela retrata um Deus injusto, e isso não pode ser verdade. Lembrei a ela que a história é uma parábola e não deve ser lida de forma literal. Além disso, a parábola não retrata a ação do proprietário, que representa Deus, como injusta. A justiça não convencional do proprietário nos ensina como Deus nos trata. A graça não se ajusta às nossas ideias comuns de justiça. A economia divina nos surpreende e desafia. Nós buscamos prosperar economicamente por meio de competição e mérito. Em geral, falamos de salários justos e assumimos que uma pessoa deveria receber apenas aquilo que trabalhou para ganhar. Em nossa economia, a graça não nos parece prática; é estranha. No entanto, a parábola ensina que Deus prefere nos dar mais do que merecemos - p…

Meditação - Faróis

Leia Mateus 5.13-16Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. 1 Pedro 2.9Os faroleiros têm de ser pessoas resistentes. Pode ser cansativo e solitário estar postado onde eles estão. O trabalho, geralmente, é mais pesado quando e onde as condições são piores. Um farol pode ser mais confortável quando está mais afastado da costa. Mas os que estão localizados em lugares de maior risco - onde venta - têm maior chance de salvar vidas. O brilho de um farol não é para iluminar o seu interior. É para penetrar a escuridão e as tempestades. O som emitido por um farol não é para o entretenimento do faroleiro. É para vencer a neblina espessa demais para a penetração da luz; é para alertar e guiar as pessoas perdidas. Quando vejo um farol no ponto mais extremo da segurança, penso em nosso chamado a sermos luz ao mundo. Como faróis que guiam os navio…

Meditação - Tempo bem aproveitado

Leia Lucas 10.38-42Vinde repousar um pouco, à parte, num lugar deserto. Marcos 6.31Uma amiga ouviu pacientemente enquanto eu tagarelava sobre meu dia agitado e minha interminável lista de coisas para fazer. Achei que eu tinha usado meu tempo com sabedoria, mas sua resposta me surpreendeu. "E onde entrou Deus nisso?", ela perguntou. Constrangida, dei-me conta de que tinha esperado elogios por todas as minhas realizações. Sua pergunta me fez reavaliar minha atarefada programação. A maioria de nós deseja que os outros nos vejam como pessoas laboriosas. Ousamos admitir que passamos tempo orando ou lendo a Bíblia ou que simplesmente nos sentamos e refletimos sobre as bênçãos de Deus em nossa vida? Jesus queria que Seus discípulos servissem, mas queria mais que isso: queria um relacionamento com eles. Além disso, Jesus os convidava a momentos de descanso para que pudessem renovar suas mentes e corpos para o trabalho a que eram chamados a fazer. Nós, com frequência, podemos cair na…

Meditação – Leia as instruções

Leia 2 Timóteo 3.10-17Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando. Tiago 1.6Nosso neto, Camden, ganhou em seu aniversário um helicóptero de brinquedo, que precisava ser montado. Depois que seu avô o montou, o brinquedo não voava. Então, eu tentei, e depois, sua mãe. Mas, ainda assim, o helicóptero não voava. Enquanto todos nós nos esforçávamos, Camden permanecia ao nosso lado, observando. Finalmente, numa voz calma e prosaica, ele disse: "Talvez devêssemos ler as instruções". Ao ouvir suas palavras, todos nós caímos na gargalhada. Naquele momento, nossa filha lhe assegurou: "Quando seu pai chegar em casa, ele montará para você". E foi o que aconteceu. O que nos leva a tentar fazer algo sem instruções claras? O orgulho e a falsa sensação de autoconfiança podem nos impedir de aproveitar a ajuda disponível. Meus pensamentos já se voltaram para a Bíblia muitas vezes ao tentar fazer algo por conta própria, sem ler as instruções de Deus que ela oferece. Antes, desejando sab…

Meditação - Apesar dos obstáculos

Leia Salmo 61.1-5 ou 62.1-2, 5-8Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Tiago 1.2-3Duas ou três vezes por semana, faço uma caminhada espiritual. É um tempo para refletir sobre a vontade de Deus para minha vida. Penso em acontecimentos do passado e em coisas que estão chegando. Um dia, durante minha caminhada, vi algumas plantas que tinham transpassado o muro de pedra de um convento no caminho pelo qual eu passava. Aquelas plantas me surpreenderam. O poder da vida e a energia que Deus colocou nelas tinham-nas ajudado a crescer, apesar dos obstáculos, mesmo um muro. Em nossa vida espiritual, muitos obstáculos e provações podem nos ameaçar. Muitos de nós nos desesperamos quando deparamos com crises financeiras, desemprego, conflitos e divergências. Mas o Salmo 61 diz que Deus é nosso refúgio e proteção. A fé em Deus nos ajuda a vencer o desespero. Nós podemos nos encher de…

Drummond, em “Canto do Rio em Sol”

Guanabara, seio, braço
de a-mar:
em teu nome, a sigla rara
dos tempos do verbo mar.
Os que te amamos sentimos
e não sabemos cantar:
o que é sombra do Silvestre
sol da Urca
dengue flamingo
mitos da Tijuca de Alencar.
Guanabara, saia clara
estufando em redondel:
que é carne, que é terra e alísio
em teu crisol?
Nunca vi terra tão gente
nem gente tão florival.
Teu frêmito é teu encanto
(sem decreto) capital.
Agora, que te fitamos
nos olhos,
e que neles pressentimos
o ser telúrico, essencial,
agora sim és Estado
de graça, condado real.IIRio, nome sussurrante,
Rio que te vais passando
a mar de estórias e sonhos
e em teu constante janeiro
corres pela nossa vida
como sangue, como seiva
-- não são imagens exangues
como perfume na fronha
... como pupila do gato
risca o topázio no escuro.
Rio-tato-
-vista-gosto-risco-vertigem
Rio-antúrio
Rio das quatro lagoas
de quatro túneis irmãos
Rio em ã
Maracanã
Sacopenapã
Rio em ol em amba em umba sobretudo em inho
de amorzinho
benzinho
dá-se um jeitinho
do saxofone de Pixinguinha chamando pela Velha…

A Bomba, de Carlos Drummond de Andrade

A bomba
é uma flor de pânico apavorando os floricultores
A bomba
é o produto quintessente de um laboratório falido
A bomba
é estúpida é ferotriste é cheia de rocamboles
A bomba
é grotesca de tão metuenda e coça a perna
A bomba
dorme no domingo até que os morcegos esvoacem
A bomba
não tem preço não tem lugar não tem domicílio
A bomba
amanhã promete ser melhorzinha mas esquece
A bomba
não está no fundo do cofre, está principalmente onde não está
A bomba
mente e sorri sem dente
A bomba
vai a todas as conferências e senta-se de todos os lados
A bomba
é redonda que nem mesa redonda, e quadrada
A bomba
tem horas que sente falta de outra para cruzar
A bomba
multiplica-se em ações ao portador e portadores sem ação
A bomba
chora nas noites de chuva, enrodilha-se nas chaminés
A bomba
faz week-end na Semana Santa
A bomba
tem 50 megatons de algidez por 85 de ignomínia
A bomba
industrializou as térmites convertendo-as em balísticos
interplanetários
A bomba
sofre de hérnia estranguladora, de amnésia, de mononucleose,
de verborréia
A…